Douro Internacional

Na nossa Roadtrip pelo Douro Internacional, fomos de Picote até Freixo de Espada à Cinta, onde apreciamos o Douro e as aves que o sobrevoam de forma sublime, como em nenhuma outra região do nosso País!

O Nosso dia começou com uma rápida visita ao castelo de Mogadouro .

O Castelo é uma ruína bem preservada, na qual se pode aceder livremente à torre nascente.

Este local com vistas sublimes tem uma curiosa e rica história. Foi doado à ordem dos Templários por D. Afonso Henriques com o objectivo de defesa conta as incursões Muçulmanas e Leonesas no século XII.

Posteriormente pertenceu à rica família Távora que a transformou na sua residência palaciana.

Adjacente ao castelo podemos observar a Torre do Relógio.

Torre de Menagem do Castelo de Mogadouro.

Seguimos rumo ao nosso primeiro "palco" com vistas para o Douro internacional.

Deixamos o carro na aldeia de Picote e seguimos a pé durante cerca de 200 metros até a estrutura que assenta sobre o miradouro natural.

Miradouro da Fraga do Puio

Foi aqui que vimos as primeiras grandes aves que sobrevoam a região e as primeiras palavras escritas em mirandês!

Era um dos miradouros que nos suscitava mais curiosidade, de uma vasta lista da qual já percorremos alguns! No fundo de Picote, sobre a arriba do Douro, avistamos um percurso peculiar e sublime deste troço do curso mirandês. ⠀

Esta varanda (para alguns vertiginosa) dá-nos uma sensação de profundidade incrível onde, de repente, parecemos entrar "Douro adentro"

O antigo miradouro aqui existente, foi destruído por um incêndio em 2017.

De seguida partimos para Sendim, uma pequena vila próxima, com o intuito de almoçar. Acabámos por encontrar uma pequena taberna a funcionar num complexo de moagem de cereais entretanto restaurado. Não saímos daí, claro, sem provar a excelente posta à Mirandesa e a chouriça típica. O local chama-se taberna "A Moagem".

De barriga cheia e sob um intenso sol de verão, voltamos à caça aos miradouros. E não poderia haver melhor forma de desgastar o almoço do que fazer parte de um trilho em Direcção ao Miradouro da Cerca.

PR3-MGD Trilho de São Fagundo

Este percurso circular de 14,4 km de extensão, tem inicio na junta de freguesia de Urrós e tem alguns desvios para pontos de visita importantes como o miradouro da Cerca.

Este miradouro encontra-se interdito entre Março e Junho por motivo de nidificação de aves.

Miradouro da Cerca

Percorremos uma parte do PR3-MGD - Trilho de São Fagundo, para chegar ao Miradouro da Cerca, um dos encantadores miradouros do Parque Natural do Douro Internacional, menos afamado. ⠀

Já com o Douro de pano de fundo, vimos uma placa que indicava o percurso... mas não estávamos convencidos. Geraram-se dúvidas em nós e resolvemos tentar outra direção (porque uma das placas direccionava de forma duvidosa). Vimos aves e um cenário incrível, mas rapidamente percebemos que não era por ali e que o primeiro caminho era o correto.

Iniciamos o percurso inverso, não sem antes tirar umas fotos na paisagem que o destino nos ofereceu (foto). A subida custou, olhamos novamente para o caminho certo, mas pela primeira vez não insistimos... sabemos que iremos voltar.

Miradouro da Cruzinha

Este miradouro não sendo dos quem mais salta a vista é porem uma opção a ter em conta por várias razões: É de fácil acesso de carro e a pessoas de mobilidade reduzida; Possui uma fonte de agua que dá imenso jeito e mesas para piquenique.

De seguida fomos em direcção a Fornos. Esperava-nos um miradouro muito famoso pelas fotos que dão a ilusão de se estar suspenso numa rocha a grandes altitudes sobre o rio Douro. Apesar da beleza natural o local não oferece assim tantos riscos, exceptuando os últimos 700 m de estrada que são em terra batida.

Miradouro do Carrascalinho

Aqui apreciamos mais uma vez o Douro, mas principalmente as aves que o sobrevoam de forma sublime, como em nenhum outro ponto dessa viagem. Foi aqui que fomos verdadeiramente presenteados com essa visão e ficamos pasmados!

A paisagem, praticamente selvagem, que o rio atravessa por entre as montanhas verdejantes é um verdadeiro quadro. Desse verde destacamos o Lodão, que se estende aqui como em nenhum outro lugar de península ibérica.

Na planície podemos ainda observar várias construções graníticas, as "corriças", que tinham como função guardar os rebanhos de ovelhas.

Como uma imagem vale mais que mil palavras, deixámo-vos este "postal" do Douro.

Miradouro do Colado

Fizemos um pequeno desvio da nossa rota natural para visitar este miradouro junto à estrada. É mais uma bela forma de observar o rio Douro a serpentear os vale.

Existe aqui um pequeno baloiço.

Antes do regresso a casa tivemos ainda tempo para mais uma paragem numa vila Douriense, desta vez em Freixo de Espada a Cinta.

Quando subimos em direcção a torre de menagem demos de caras com este freixo Centenário que dá nome à terra. A Igreja Matriz é outro monumento muito interessante.

Aconselha-se a visita ao "Museu da Seda e do Território" que possui vários exemplares de figuras zoomórficas e a entrada é livre.

O centenário freixo

  1. Esta planta tem mais de 550 anos e tem clones nos jardins da Residência Oficial da Republica, Governos Regionais dos Açores e Madeira e ainda todas as capitais de distrito de Portugal Continental.

  2. O que sobra do antigo Castelo é esta belíssima torre de menagem e algumas muralhas ( algumas ainda a surgir de escavações e a visita à torre pode ser feita das 8h às 17h.

1 - Freixo Duarte De Armas

2 - Torre de menagem

Miradouro do Penedo Durão

Fechamos em beleza o dia em que percorremos alguns dos imensos e incríveis miradouros do Parque Natural do Douro Internacional!⠀

Aqui, no conhecido Miradouro de Penedo Durão ou Penedo dos Abutres, a luz que desvanecia e deixava o céu de todas as cores, criou uma aura mágica ao redor de um cenário já de si inesquecível! ⠀

O Penedo Durão é um imponente rochedo com vista privilegiada para o rio Douro e propício à observação de aves. Dele vemos a barragem espanhola de Saucelle e também o Rio Huebra que se encontra com o Douro e recorta a paisagem de forma curiosa!⠀

Outros miradouros a Visitar

  • Miradouro do Castrilhouço

  • Miradouro de São João das Arribas

  • Miradouro da Freixiosa

  • Miradouro da Fraga do Calço

Onde Dormir?

Com uma capacidade total para 10 pessoas as Casas Douro são compostas por duas casas. A Casa das Tulhas que aloja seis pessoas e a Casa do Poço que aloja quatro pessoa. Ambas se encontram com cozinhas equipadas por forma que os hóspedes possam preparar as suas refeições.